blank
blank

Livro vivo – “A menina que partiu no trem”

Educativo

26 de junho - 16h

Ementa

No começo de 1939, Jacob e Rose levaram as filhas à estação de trem em Berlim. Era uma noite fria, e, na plataforma, estavam muitas outras famílias. As crianças usavam cartões com seus nomes. Uma menina levava um fantoche - um gatinho de pelo marrom e olhos de botões azuis, que deveria ser o seu brinquedo favorito. Cerca de 200 crianças embarcaram no trem, as menorzinhas acreditando que estavam partindo em uma aventura. “A menina que partiu no trem”, de Daniela Chindler e Juliana Portenoy.

Para quem

Livre

Professor